domingo, 16 de outubro de 2011

veredicto

(ophelia - john everett millais)
dedicado à luz

tua carne
procura carente
a crueldade de unhas
e lâminas?
tanta ingenuidade
merece o castigo

esconder mágoa
em dor menor?
apenas sangue
correrá livre
  
sofres
o medo de sofrer
e medra em ti
o medo da morte?

és futuro cadáver
e já tens vermes
a te devorar
não há como
abortar tua cova

o dia de tua morte
anunciou-se
em teu primeiro grito

conforma-te
e dedica o tempo
que te resta
a aperfeiçoar
teu sepulcral elogio

3 comentários:

  1. poema com um tom pessimista este!!! acho

    ResponderExcluir
  2. Lindo!
    nossa, esse agora é meu preferido, como você se supera!!!

    ResponderExcluir

faça uso de sua lâmina...

in agradecimento

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.